Tendo por referência a última época desportiva

Município do Cadaval homenageou clubes e atletas do concelho

A exemplo do ano passado, o Município do Cadaval homenageou, a 25 de junho, os clubes e atletas do concelho que mais recentemente se evidenciaram, através da segunda edição da designada Sessão Pública de Reconhecimento Desportivo Concelhio.

Na abertura da cerimónia, José Bernardo Nunes, presidente da câmara do Cadaval, destacou a importância desta homenagem, que considera somente possível «porque existem clubes desportivos, associações, gente que, por carolice, se dedica e dá muito da sua vida pessoal e familiar».

«A prática desportiva é saudável, independentemente dos resultados obtidos, mas é uma satisfação quando se verifica que, com todo o trabalho desenvolvido, se conseguem obter boas classificações e bons resultados», afirma.

«Para nós, câmara municipal, é muito importante a prática desportiva, pelo que não se deve nunca deixar de lembrar todos os outros atletas», realça José Bernardo.

O autarca espera que esta homenagem, extensiva a todos os que colaboraram, possa também influenciar a manutenção dos atuais e a entrada de novos desportistas, «para que os clubes possam ter atletas em número suficiente para fazerem equipas e poderem vir a obter os resultados de que tanto nos orgulhamos, pois, no fundo, acabam por levar o nome do Cadaval a lugares mais distantes.»

Dinis Duarte, vereador do Desporto, salientou o facto de todo o desporto praticado no concelho ser importante, destacando, para além do papel de técnicos e dirigentes, o das famílias no acompanhamento que dão aos atletas.

«Não discriminamos nenhuma associação ou atleta por ter obtido resultados menos positivos. Ficamos muito satisfeitos quando alguém atinge resultados dignos de realce, mas não prejudicamos nenhum clube pelo facto de não conseguir atingir esses resultados», sublinhou o edil.

O vereador ressalvou o valor simbólico e sentimental das medalhas e diplomas entregues pelo município. «O valor monetário não é entregue a vocês mas aos clubes que vocês representam, ao longo do ano», acrescentou.

Clubes e atletas homenageados

O Clube Atlético do Cadaval foi este ano distinguido, pelo município, pelo facto de a respetiva equipa de Benjamins ter sido vencedora da concentração final do Campeonato Municipal de Futebol 7 de Torres Vedras.

Já o Grupo Desportivo Vilarense evidenciou-se pelo facto de a sua equipa de Juniores D de Futsal se ter sagrado Vice-campeã Distrital da Associação de Futebol de Lisboa, imediatamente atrás do Sport Lisboa e Benfica, aliás única derrota sofrida pelo Vilarense. De registar o facto de este segundo lugar ocorrer de entre 62 equipas e com uma vitória sobre o Sporting Clube de Portugal, por 5-3, que veio a ser a primeira derrota em casa, neste escalão, deste clube nacional.

A Casa do Povo do Concelho do Cadaval, conhecida pelo sucesso alcançado ao longo dos tempos na ginástica de competição (tumbling e trampolins), continua a dar cartas nestas valências e, mais recentemente, abraçou a modalidade do judo, tendo os seus jovens judocas obtido resultados a registar, tendo em conta a sua ainda curta experiência.

Num plano individual, Sérgio Nobre (Vilar), 27 anos, guarda-redes sénior de Futebol 11, iniciou carreira no Torreense, representou o Lourinhanense e está, atualmente, no Grupo Desportivo de Peniche, onde foi, recentemente, Campeão da Divisão de Honra e Vencedor da Taça da Associação de Futebol de Leiria, indo na próxima época participar no campeonato nacional.

Por seu turno, Afonso Fonseca (Cadaval), oito anos, pratica motocross desde os três anos de idade. Iniciou a sua competição em 2012, com cinco anos, num troféu em que, de entre 24 pilotos (até aos 11 anos) ficou em 18.º lugar. No ano seguinte, conseguiu correr na classe infantil e, numa grelha de 15 pilotos, veio a sagrar-se campeão nacional. Em 2014, aos sete anos, volta a correr na classe infantil e, de entre 12 pilotos, além de renovar o título de campeão, ganhou todas as provas em que entrou. Já na categoria de iniciados, terminou em 9.º lugar. À data desta sessão de reconhecimento municipal, em Infantis, encontrava-se em quarto e, em Iniciados, em terceiro lugar.

Diogo Ferreira (Cadaval), 17 anos, guarda-redes de Futebol 11, foi outro atleta individual distinguido pelo município. Deu os primeiros passos no Clube Atlético do Cadaval e, na época 2013/14, representou o Sacavenense, seguindo-se, na passada época, o Sacavenense e o Loures. Pelo Loures, sagrou-se Campeão Nacional de Juniores da 2ª Divisão, tendo, entretanto, assinado pelo Sport Lisboa e Benfica.

Quanto a internacionalizações, Margarida Pereira, 16 anos (Cadaval), ginasta da Casa do Povo do Concelho do Cadaval, foi internacional em novembro de 2014, na modalidade de Tumbling, tendo sido uma das duas portuguesas, no escalão 15/16 anos, a participar na 23ª Competição Mundial por Grupos de Idade, decorrida em Daytona (Flórida, EUA).

Cristiana Garcia (Sobrena), 24 anos, praticante, desde 2010/11, de Futebol 11 no GDC A-dos-Francos (1ª Divisão do Campeonato Nacional Feminino) soma já cinco épocas de futebol. A sua primeira internacionalização foi em 2012, contando, à data, com seis participações em seleções nacionais femininas. A falta de futebol feminino no concelho de origem levou-a a procurar equipas em concelho vizinho.

Por fim, Beatriz Vieira (Cadaval), 17 anos, praticante de futsal, deu os primeiros passos na modalidade no ACR Nadadouro (Caldas da Rainha), aos cinco anos, vindo para a Casa do Benfica do Cadaval aos sete anos de idade, com a mudança de localidade. Com a extinção do futsal neste clube, ingressou no Grupo Desportivo Vilarense, onde esteve por duas épocas. Em 2011/12, passou a representar o Sport Ereira e Benfica. Apesar de praticar futsal, foi desde 2013 presença assídua na seleção de sub-17 de Futebol 11, somando já sete internacionalizações. Já depois desta sessão de reconhecimento, conta com a assinatura pelo Sport Lisboa e Benfica, clube que representará já na próxima época.

Cadaval e os seus atletas

Cadaval e os seus atletas

 

The following two tabs change content below.
Paulino Fernandes
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.