O Povo votou ontem e exibe as graves mazelas de um Regime nunca sufragado.

Imposto pelas armas que derrubaram a Monarquia, com a complacência da maioria dos Monárquicos adormecidos e que temam em dirimir armas entre eles, o actual Regime procura sobreviver entre ondas de choque que o descredibilizam e fazem descrer os portugueses.

Que representatividade é esta?

Que representa na verdade um Regime que se faz eleger com 4 065 288 votos de abstenção ( 43,07%) a maior de sempre e sempre a crescer, 112 293  votos Brancos (2,09%) e Nulos 86 571 (1,61%) totalizando estes três ítems 46,77% e 4 264 152 votos alhiados do que se passa, descrentes, afastados do futuro que importa.

Com 9 439 651 votantes inscritos, votaram 5 374 363, ou seja, apenas 56,93%.

Que representa a vitória de quem mais perdeu face a resultados anteriores?

A Coligação que ganhou, perdeu imensos votos, perdeu a maioria que detinha e obteve apenas 38,55% do total de 56,93% dos votantes.

Não há assim razão alguma para comemorar seja o que for.

O que se aproxima é mais instabilidade e gerir o tempo até novas e inevitáveis Eleições um pouco depois das Presidenciais que afastam finalmente um Presidente pouco presente, um Presidente que nunca conseguiu ser de todos os portugueses como deveria.

Lamentável futuro.

Director

Director

PF

The following two tabs change content below.
Paulino Fernandes
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.