Murça, seguramente vai interessar-se por este caso importante

. Aníbal Augusto Milhais é equiparado a Bandeira Nacional

O soldado Milhões tornou-se herói da Primeira Guerra Mundial ao enfrentar sozinho uma ofensiva alemã e a sua história faz parte da aldeia de Valongo de Milhais, Murça, que quer transformar a sua casa num memorial.

Aníbal Augusto Milhais foi um soldado raso que combateu na Primeira Guerra Mundial e ganhou fama quando se bateu sozinho contra os alemães para ajudar à retirada das forças aliadas.

Rua com nome de herói

Rua com nome de herói

Foi em abril de 1918, durante a Batalha de La Lys (Flandres – Bélgica), e os seus atos de bravura valeram-lhe a mais alta condecoração militar nacional, a Ordem de Torre e Espada. 

Casa para recuperar

Casa para recuperar

Na sua terra natal, no concelho de Murça, distrito de Vila Real, todos conhecem a história do jovem analfabeto e pobre, um franzino com pouco mais de metro e meio de altura, que desobedeceu às ordens de retirada e ficou para trás, sozinho e abrigado numa trincheira, a disparar contra o inimigo.

Presidente de Murça

Presidente de Murça

Cresci a ouvir a história do meu avô. O meu avô acabou por estar sempre muito presente na família”, afirmou à agência Lusa Eduardo Milhões Pinheiro, um dos netos de Aníbal Augusto Milhais, a propósito do centenário da chegada à Flandres dos primeiros soldados do contingente que Portugal enviou para combater em França na I Guerra Mundial.

O nosso jornal apoia esta medida e incentiva o Presidente que conhecemos aquando a Companhia 3866 ali reuniu em almoço comemorativo e, estamos certos, outros grandes Homens de Murça como o meu Companheiro Jorge Morais, Fundador da Universidade Sénior e combatente em África vão ajudar.

PF

Torre Espada a mais alta condecoração

Torre Espada a mais alta condecoração

Pistola do herói de Murça

Pistola do herói de Murça

artigos pessoais do herói

artigos pessoais do herói

  • Com fontes e com a devida vénia à LUSA
The following two tabs change content below.
Paulino Fernandes
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *