DAKAR 2018 | ETAPA 11 | BELÉN > CHILECITO
PEUGEOT 3008DKR MAXI AGRUPADOS REFORÇAM
A LIDERANÇA NA CLASSIFICAÇÃO GERAL
Agora que restam três dias de competição, o Team PEUGEOT Total continua a manter a 1ª e 2ª
posições no Dakar 2018.

Esta etapa, com 280 km cronometrados, foi uma das mais curtas da
presente edição, mas também uma das mais complexas, caracterizada por areia muito solta da
região de Fiambala, nas imediações do famoso Altiplano. Apesar da complexidade do terreno,
os três PEUGEOT 3008DKR classificaram-se no grupo dos quatro mais rápidos, tendo no final
meros 15 segundos a separá-los. Segue-se a Etapa 12 (hoje, quinta-feira), que será a mais
longa de todo o rali.
 O PEUGEOT 3008DKR Maxi mais rápido nesta Etapa foi o da dupla Cyril Despres/David Castera,
obtendo o 2º melhor tempo na tirada. Registando um considerável atraso na classificação, a dupla
concentrou-se, mais uma vez, na sua missão de apoio as seus colegas de equipa, tendo sido apenas
prejudicada por um furo.
Líderes à Geral, Carlos Sainz e Lucas Cruz dilataram a sua vantagem ao terminarem a Etapa na 3ª
posição. Optaram por adotar um ritmo forte no início da Etapa, mas depois controlaram o seu
andamento e concentraram-se em chegar ao fim em segurança. Continuam no comando da prova,
mas agora com uma vantagem de 50m45s sobre os seus companheiros de equipa
Peterhansel/Cottret.
 Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret consolidaram o seu 2º lugar à Geral, rubricando o 4º
tempo mais rápido nesta difícil Etapa, devido a terem sido os primeiros a sair para a estrada e, por
essa razão, não poderem contar com as marcas deixadas pelas motos para servir de orientação. A
dupla francesa conta agora com uma vantagem de 23m17s sobre os seus rivais mais diretos na
Classificação Geral.
 Depois de terem analisado detalhadamente todas as provas apresentadas e todos os dados
disponíveis, os Comissários do Dakar decidiram anular a decisão tomada na segunda-feira (15 de
janeiro) em Salta, e retiraram a penalização de 10 minutos imposta ao PEUGEOT 3008DKR Maxi
Nº303.
CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA 11:
1. Bernhard Ten Brinke (NLD) / Michel Perin (FRA), Toyota 4WD, 4h10min54s
2. CyrilDespres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +4min35s
3. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, +440s
4. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, 4min50s
5. Nasser Al Attiyah (QAT) /Matthieu Baumel (BEL), Toyota 4WD, +5min56s

8. Sheikh Khalid Al Qassimi (ARE) / Xavier Panseri (FRA), Peugeot 3008DKR Maxi, +29min13s

CLASSIFICAÇÃO APÓS A ETAPA 11:
1. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, 36h26min27s
2. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +50min45s
3. Nasser Al Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA), Toyota 4WD, +1h14min02s
4. Bernhard TenBrinke (NLD) / Michel Perin (FRA), Toyota 4WD, +1h17min35s
5. Giniel de Villiers (ZAF) / Dirk vonZitzewitz (ZAF), Toyota 4WD, +1h30min05s

33. CyrilDespres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +44h47min23s

EM DIRECTO DO BIVOUAC…
Bruno Famin, Diretor da PEUGEOT Sport
‘‘O Carlos lidera agora com um avanço confortável e o Stéphane acompanha-o bem na 2ª posição. Mas há
ainda muito a percorrer até final da prova, pelo que o objetivo é atingirmos Córdoba sem quaisquer
dramas, algo que nunca está garantido. No que respeita à penalização, estamos satisfeitos pelo facto de
os Comissários terem decidido analisar de novo a situação e rever todos os documentos e outras provas
colocadas ao seu dispor. Pela nossa parte, fornecemos-lhes uma boa quantidade de dados relativos à
velocidade e ao movimento do carro. Eles puderam comparar esses dados com o rastreamento e certificarse
de que o ponto de vista do Carlos, do qual nós nunca duvidámos, estava correto.’’
CyrilDespres (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°308)
2º na Etapa / 33º na Classificação Geral
‘‘Desta vez, Fiambala foi menos uma ‘caça ao tesouro’ pelos Waypoints do que no passado. Contudo, é
sempre muito difícil escalar estas dunas, extremamente movediças, a esta altitude e sob tanto calor!
Talvez tenha sido excessivamente cauteloso na primeira parte da Etapa. A certo ponto, penso que
perdemos dois minutos só por termos abrandado numa zona onde tínhamos perdido as marcas à nossa
frente. Tivemos um furo e mudámos a roda num controlo de passagem mas, daí para a frente e até final da
Etapa, ganhámos alguma energia e, à chegada, registámos um bom tempo.’’
Carlos Sainz (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°303)
3º na Etapa / 1º na Geral
“Fiambala é sempre uma das Etapas mais difíceis de todo o Dakar, e, nesta edição, tivemos a prova disso
mesmo. A minha ideia foi manter sempre um bom ritmo, mas sem forçar muito o andamento. Por isso, foi
com muito agrado que, após a primeira parte da Etapa, constatei que estávamos entre os mais rápidos. Na
segunda parte da Etapa, andei um pouco mais depressa e chegámos à meta com um bom tempo. Isso
dilatou mais um pouco a nossa vantagem, portanto as coisas estão-nos a correr bem.’’
StéphanePeterhansel (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°300)
4º na Etapa / 2º na Geral
‘‘Demos um grande salto ao passar numa duna — o nosso primeiro grande salto neste rali — o que nos
abanou um pouco, deixando as nossas costas um pouco doridas… Acho que temos uma vértebra a menos!
A direção do carro também ficou afetada pelo impacto. Como fomos os primeiros a sair para a estrada, a
navegação foi difícil. Andámos junto da primeira moto para tentar encontrar o caminho. Devo dizer que os
nossos pneus BF Goodrich têm sido impecáveis. Quando vejo as velocidades a que andamos nas secções
mais pedregosas, é incrível não termos furos!’’

A SEGUIR…
ETAPA 12 (hoje, quinta-feira, 18 janeiro): CHILECITO/SAN JUAN. Total de 791 km, dos quais 522 km
cronometrados
Esta Etapa é composta por duas secções competitivas — uma com 262 km e outra de 260 km — que, no seu
conjunto, representam a mais longa Especial cronometrada do Dakar 2018. A navegação vai ser
fundamental para passar com sucesso em todas as travessias de rios, que podem ter consequências graves se não forem bem negociadas.

  • Com a Peugeot Sport no Dakar 2018.

Carlos Sainz caminha para a vitória

The following two tabs change content below.
Paulino Fernandes
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.