Ex-prisioneiro do ISIS diz que estamos a combater o grupo extremista da forma errada

Um jornalista francês que esteve prisioneiro do Estado Islâmico durante dez meses afirmou em entrevista que a coligação internacional está a combater o sanguinário grupo extremista da forma errada.

«O vencedor desta guerra não é o que tiver as armas mais recentes, mais caras e mais sofisticadas, mas sim o que conseguir conquistar a confiança da população», comentou Nicolas Henin.

A solução, acredita, é decretar as zonas controladas pela oposição na Síria como interditas ao tráfego aéreo.

«Os ataques aéreos sobre o ISIS são uma armadilha», sublinhou Henin, que foi alvo de tortura física e psicológica durante o cativeiro.

O acolhimento de refugiados constituiu «um duro golpe» para o grupo Estado Islâmico, argumentou.

«Centenas de milhares de refugiados, a fugirem desta terra muçulmana, que é como um sonho para o ISIS (…)? E a fugirem para as terras dos não-crentes

«Isto é provavelmente o motivo por que eles tentaram manipular o público durante os ataques em Paris. Para nos fazer fechar as fronteiras, e talvez ainda mais importante, para nos fazer fechar as nossas mentes».

«Os bombardeamentos da coligação não estavam a atingir os militantes. Em vez disso, estavam aempurrar a população para as mãos do ISIS», explicou.

«O que temos de fazer – e isto é realmente a chave – é chegar à população.

Assim que a população tiver esperança de uma solução política, o Estado Islâmico simplesmente colapsa», frisou o jornalista.

«Há uma forma muito fácil de fazer o ISIS perder terreno a grande velocidade.

A comunidade internacional deve decidir que todas as regiões controladas pela oposição síria são zonas interditas ao tráfego aéreo».

«Interditas para toda a gente. Não só para a coligação, para os russos, para o regime, mas para todos. Providenciar segurança para a população seria devastador para o ISIS.

É nisso que a comunidade internacional se devia focar», apontou.

«Porque estamos a fazer tantos erros? Porque é que as pessoas entendem tão mal a visão do ISIS?»

«Estamos apenas a alimentar o nosso inimigo e a criar lenha para a fogueira que é a miséria da população local», referiu, citado pelo Independent.co.uk.

Porta Aviões Charles De Gaulle

Porta Aviões Charles De Gaulle

  • Com a devida vénia ao Diário Digital

 

The following two tabs change content below.
Avatar
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.