O Sapo dourado, de Christiana Figueres

A última Cimeira do Clima que teve lugar nos subúrbios de Paris, não foi rica em compromissos como já se esperava; mas deu a conhecer ao Mundo uma nova heroína, na tenaz luta contra o aquecimento do Planeta.

Christiana Figueres, deu com determinação a face no combate “Diplomático” contra os poluidores; que em princípio reconheceram que a situação é séria, mas querem omitir o termo desastre ambiental quase irreversível; porque qualquer medida que decidissem tomar, iriam arrefecer as suas economias em ascendência; precisamente o oposto ao aquecimento global do Planeta.

Ninguém assume a Cimeira como tendo sido um fracasso, mas está muito longe de se poder considerar um sucesso; sendo que os países mais pobres e menos poluidores, apenas marcaram simbolicamente as suas presenças; e Portugal foi um deles.

Christiana que nasceu na Costa Rica, sabe que a sua luta não se limita á questão restritamente climática, de que é uma acérrima defensora, tendo desempenhado um papel preponderante como embaixadora das Nações Unidas, para limitar o aquecimento ao limite de 1,5 a 2 graus até aos finais deste Século.

Christiana sabe e muitos de nós sabemos, que isso será impossível; porque os dois graus da temperatura Global já são irreversíveis.

Foi lamentável, que alguns dos mais prestigiados climatologistas e ambientalista Mundiais não tenham estado presentes na Cimeira do clima para exporem cientificamente a situação, que com toda a certeza iria colidir com o interesse dos maiores poluidores; que também não estão interessados que os países “mais amigos do ambiente” tomem medidas, que possam afetar o consumo dos seus produtos que estão na base do aquecimento Global.

Há algum tempo que acompanhado o trabalho de Christiana Figueres, através do seu Blogue e compreende-se que toda a sua atividade está direcionada não só para a catástrofe do ambiente, mas também para as consequências devastadores imparáveis, que o aquecimento global vai desencadear no futuro do Planeta Terra; onde se perspetivam deslocações de Nações inteiras a fugirem às secas prolongadas, e consequente escassez alimentar.

Christiana Figueres, nasceu a 7 de agosto de 1956 em San José – costa Rica.

Na década de 80, Christiana e as suas duas filhas deslocavam-se com frequência ao campo, em busca do Sapo-dourado que chegaram a ver algumas vezes; mas nos finais da década de 90 já estavam provavelmente extintos, porque nunca mais foram vistos.

Foi esta amargurada desilusão, que despertou Christiana para a realidade; as espécies estavam a desaparecer a uma velocidade vertiginosa.

O homem está a destruir o seu próprio habitat, e a arrastar milhares de outras espécies para a extinção. Dinâmica e determinada, Christiana foi o rosto da Cimeira do Ambiente em Paris; e o “tímido” acordo a que se chegou, deve-se a esta Diplomata ao serviço das Nações Unidas; que numa roda-viva se deslocou em todas as direções, para convencer os responsáveis pelos países que mais poluem o Planeta, que teriam que atuar imediatamente se queriam salvar milhares de milhões de seres humanos num espaço de tempo muito limitado; porque o processo de deterioração está imparável.

No momento em que estou a finalizar esta Crónica da Cimeira e num espaço de oito dias, a China enfrenta pela segunda vez a mais elevada concentração de partículas, que em algumas das suas cidades atingiu os 500 microgramas; sendo este valor 22 vezes superior ao aceitável.

Passei horas a acompanhar a Cimeira porque nos últimos três anos também escrevi muito sobre o ambiente, e as terríveis implicações do aquecimento a curto prazo, se não forem tomadas medidas corajosas.

Fiquei impressionado com a habilidade diplomática de Christiana Figueres na Cimeira de Paris, sendo meritório o trabalho desta fantástica lutadora do ambiente; não só para que as futuras gerações vivam num ambiente mais limpo, e possamos sobreviver como espécie mas também, para que se salvem da extinção os nossos companheiros de habitat que ainda nos restam.

Numa luta contra o tempo, os humanos que são os únicos responsáveis e poluidores, não permitam que outras espécies em risco tenham o trágico fim,  que teve o Sapo dourado de Christiana Figueres.

Sapo dourado

Sapo dourado

  • Joaquim Vitorino, Blogger

Astrónomo Amador

OBS: Christiana Figueres, é a figura da década na luta por um Planeta respirável; seria uma justiça que seu nome fosse proposto, para o  Nobel da Paz 2016.

The following two tabs change content below.
Avatar
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.