As grandes Pontes de Portugal e do Mundo

Portugal é um país com uma geografia muito acidentada, o que está na origem de muitas serras e vales; foi o resultado de grandes caudais de água em circulação ao longo de muitos milhões de anos, dando lugar à formação de grandes rios; que para além de embelezarem o nosso país com paisagens de retirar a respiração, são também um grande suporte económico; porque a eles se deve a nossa rica agricultura, e o fornecimento de água para a nossa população e também os nossos animais.

Os rios, são a consequência das muitas pontes que construímos um pouco por toda a parte; sendo Portugal um dos países com mais pontes em toda a Europa; algumas delas de grande beleza arquitetónica.

As pontes foram desde tempos remotos e mais concretamente na era medieval, um elo de ligação entre povos e civilizações; algumas delas que se perderam na bruma dos tempos; sendo os romanos os que mais pontes construíram, porque eram um povo conquistador e serviam-se delas para transpor rios e vales, o que lhes permitia um grande avanço aos seus exércitos; servindo depois para um rápido abastecimento dos territórios ocupados; o Império romano, estendeu-se por uma área superior a toda a Europa; um feito extraordinário, porque ao tempo não havia automóveis nem aviões.

Ainda existem em estado de boa conservação, muitas pontes romanas em Portugal, que servem muitas populações do interior; eram simples e robustas, sendo a pedra a base da sua construção.

Os romanos foram os maiores e mais famosos construtores de pontes de todos os tempos.

Uma ponte também é um veículo de cultura; foi através de pontes sobre os rios Tigre e Eufrates que os inventores da escrita “os sumérios” fizeram chegar ao nosso conhecimento o que se passou naqueles tempos, passados que são 7.000 anos.

Lisboa tem duas das mais belas pontes da era moderna, que embelezam a nossa Capital; mas outras existem por todo o Mundo tornando as distâncias mais acessíveis aos viajantes que abastecem as grandes cidades como Lisboa e Porto.

Ponte Vasco da Gama

Ponte Vasco da Gama

Os grandes rios como o tejo, à beira do qual foi construída a vossa bela Escola “Colégio Pedro Arrupe” têm estuários de grandes dimensões o que obriga à construção de pontes enormes como a Vasco da Gama aí bem perto, e a 25 de Abril a que tive o prazer de integrar a comitiva da inauguração em 1966; tinha então 23 anos.

Ponte Salazar, hoje Ponte 25 de Abril

Ponte Salazar, hoje Ponte 25 de Abril

Os portugueses são construtores de pontes com muito prestígio em todo o Mundo; sendo os nossos navegadores os primeiros a fazer uma ponte diferente das tradicionais. Fomos nós que fizemos a primeira travessia aérea do Atlântico Sul e o caminho marítimo para a India; sendo esta a mais importante de todas as pontes, porque serviu para levar a nossa civilização ao conhecimento de outros povos.

A ponte construída sobre o mar mais longa do Mundo fica na China, e liga a Cidade mais populosa do Mundo que é Xangai a Ningbo; numa extensão de 42 quilómetros.

Ponte de Millau

Ponte de Millau

No dia 6 de Agosto faz 50 anos que foi inaugurada a Ponte sobre o Rio Tejo em Lisboa, sendo ao tempo a maior de toda a Europa; que veio alterar radicalmente a silhueta da Capital de Portugal.

Nota; o Autor escreveu “As Pontes”, para um trabalho escolar no Colégio Pedro Arrupe-Lisboa.

* Joaquim Vitorino

Cronista do Semanário O Mundo Português, Povo de Portugal, Jornal de Oleiros, Jornal de Vila de Rei (Director-Adjunto) e Tinta Fresca.

Recordamos a construção da Ponte Salazar, hoje Ponte 25 de Abril

Construção da Ponte Salazar

Construção da Ponte Salazar

Construção da Ponte Salazar

Construção da Ponte Salazar

The following two tabs change content below.
Avatar
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.