Santa Casa no combate ao desperdício alimentar
O combate ao desperdício alimentar é o centro de uma campanha de boas práticas da qual a Santa Casa é parceira.
A campanha RE.AL, que conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, (SCML), foi apresentada esta quinta-feira, 13 de outubro, nos Paços do Concelho.
Sob o lema “Vai Onde Sobra, Leva Onde Faz Falta”, esta campanha tem como objetivo tornar Lisboa uma capital exemplar no combate ao desperdício alimentar e é lançada por ocasião do Dia Mundial da Alimentação (15 de outubro).
Até à data já conseguiu criar uma rede alimentar solidária que acolhe as 24 freguesias da cidade.
As previsões são que esta iniciativa ultrapasse os números já registados, sendo que a rede alimentar é já responsável pela distribuição de mais de 2,1 milhões de refeições diárias a cerca de duas mil famílias na capital portuguesa.
O Comissariado de Combate ao Desperdício Alimentar, a Misericórdia de Lisboa e o Governo são os parceiros desta iniciativa que conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República.
Sérgio Cintra, administrador da Ação Social da Misericórdia de Lisboa, sublinhou que a instituição que representa tem voz ativa no combate ao desperdício alimentar, atitude que está na génese da SCML no apoio aos que mais precisam.
As Boas Causas são a razão da nossa existência”, faz todo o “sentido apoiar e incentivar este tipo de iniciativas”, disse o administrador.
Tornar Lisboa uma cidade de desperdício alimentar zero é a meta a alcançar.
A mobilização de todos para esta causa é essencial”, defende Sérgio Cintra, destacando que “a Santa Casa estará sempre disposta a ajudar tão nobres iniciativas”.
João Gonçalves Pereira, comissário municipal de combate ao desperdício alimentar, agradeceu o envolvimento de todas as instituições e parceiros, frisando que a campanha não pretende ser uma “substituição” das políticas de combate à pobreza, “mas um complemento ao que já existe”.
Esta opinião é partilhada por Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), que reconheceu que a ação e empenho de todas as instituições que se envolveram na campanha “faz a diferença para muitos milhares de cidadãos”.
Um dos pontos destacados na apresentação foi a necessidade de que “todos somos responsáveis” para que Lisboa seja uma cidade exemplar no combate ao desperdício alimentar.
Durante a sua intervenção, Hélder Muteia, diretor geral para Portugal da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, assegurou que as Nações Unidas olham para esta problemática como “um mal que tem de ser combatido”.
Para Hélder Muteia, esta iniciava em Lisboa é importante porque “é feita em contexto urbano” e permite olhar para a capital portuguesa “como um laboratório daquilo que poderão ser cenários de experiências positivas para o futuro”, concluiu.
De salientar, ainda, que esta campanha contou com a participação das seguintes personalidades: Ana Moura, fadista, Lourenço Ortigão e Cláudia Vieira, atores, Eder, a estrela do último europeu de futebol, Júlio Isidro, um dos mais conhecidos apresentadores televisivos, e o maestro Vitorino de Almeida.
* Com Fontes
The following two tabs change content below.
Avatar
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.