Finlândia volta a ser eleita o “país mais feliz do mundo”

Portugal surge em 58.º lugar.

A Finlândia não deu tréguas à felicidade e voltou a ser considerada, pelo quarto ano consecutivo, o “pais mais feliz do mundo”.

A lista, que faz parte de um estudo anual patrocinado pelas Nações Unidas, foi divulgada esta sexta-feira, e é encabeçada pela Finlândia, que arrecadou uma pontuação de 7,84 em 10. Segue-se a Dinamarca, Suíça, Islândia e Países Baixos.

A Europa domina os 10 primeiros lugares, que incluem ainda a Noruega, Suécia, Luxemburgo e Áustria. O único país não europeu entre os 10 países mais felizes do mundo é a Nova Zelândia, em 9.º lugar.

A Alemanha surge em 13.º lugar, o Reino Unido em 17.º, os Estados Unidos em 19.º e a França em 21.º lugar. Já Portugal surge no 58.º lugar.

O Brasil está em 35.º lugar, à frente de outras grandes potências como o Japão em 56.º, Rússia em 76.º e China em 84.º.

A lista, composta por 149 países, designou ainda o Afeganistão como o “país menos feliz do planeta”, com 2,52 pontos, atrás do Zimbábue, Ruanda, Botswana e Lesoto.

O “World Happiness Report” é publicado desde 2012 e baseia-se, sobretudo, nas pesquisas da empresa Gallup – em que os residentes são questionados sobre o seu próprio nível de felicidade e as respostas são cruzadas com o Produto Interno Bruto (PIB) além de avaliações sobre o nível de solidariedade, liberdade individual e corrupção, dos últimos três anos. Este ano, o estudo foi expandido para incluir alguns dados para medir melhor o impacto da pandemia de covid-19.

A Finlândia é também um dos países com o melhor desempenho contra a covid-19.

 

The following two tabs change content below.
Avatar
O BLOG Povo de Portugal é originado pelo título original de "Jornal Povo de Portugal". Nasceu em 19 de Novembro de 2007. Data em que nasceu o Jornal Povo de Portugal, editado durante vários anos em papel, foi percursor dos Jornais de Oleiros e de Vila de Rei. Percorreu a Europa, ligou os Portugueses espalhados pelo mundo com inegável sucesso. Vicissitudes várias, determinaram a suspensão que agora acaba, retomando as edições em online numa primeira fase como BLOG. Os insistentes incentivos de tantos Amigos espalhados pelo mundo, determinam a indispensabilidade de admitir esta medida que aqui anuncio com prazer e ambição. Voltaremos em breve a estar reunidos na defesa dos mesmos valores, dos mesmos objectivos, agora sob a designação de BLOG.